o que há

Voltou-se para ele, com ar desolado:

– O que vai ser de nós? – suspiro – O que aconteceu com a gente?

– Não sei. Aconteceu alguma coisa com a gente?

– Sim. Quer dizer, não entre a gente. Mas com nós dois, separadamente.

Ele fita o asfalto molhado, refletindo, pelas luzes dos carros, o vazio que dá na alma dos outros em um domingo à noite. Não na dele, por não acreditar em alma. Ou porque, caso tenha uma, ela se mantém vazia independente do dia da semana. Responde, com calma:

– Eu também não sei. Tô numa fase estranha, entende?

Ela não concorda. Nem discorda. Prossegue, séria, a observá-lo. Analisa seu desconcerto e a forma como revira de lá para cá e de cá para lá um maço de cigarros, para fingir que está tudo bem. Sente vontade de acalmá-lo, dizer que ele não se preocupe com o andar das coisas. Com como vai a vida. Porque, afinal, ela vai. E não é isso que a vida tem de fazer? Ir. Seguir invariavelmente em frente.

Mas não diz nada. Apenas espera que ele continue.

– Tô bem cansado de todo mundo.

Pausa.

– Tô bem cansada de mim.

– Ah, eu nem sei como me sinto.

– Nem eu. Então eu espero. Passei o dia inteiro esperando qualquer coisa acontecer. Mas as coisas nunca acontecem.

– Sei lá, eu fico torcendo para nada acontecer.

Longa pausa.

– Não sei, tá tudo muito corrido. São muitos acontecimentos. Ainda é abril e eu já estou exausto. Eu…

– Eu só queria acontecimentos…

Ele abaixa a cabeça. Prefere a calma ao turbilhão. Mas os fatos se emendam, em desconexa sucessão. Na maioria das vezes, diferentes dos sonhos. Até que, no fim da noite, nos vemos enrolados em abraços de quem nada sabe sobre o nosso amor. Só em noites de dias úteis. Nunca aos domingos.

É impossível se enganar num domingo, o silêncio faz ressoar cada verdade. Por isso ninguém suporta.

Ela transpassa a bolsa sobre o tronco e, sem dizer palavra, sai. Cidade adentro.

Decerto, vai fazer acontecer.

você está na categoria existência

à toas no facebook



Pin It on Pinterest

Gostou? Compartilhe :)

Mostre para os seus amigos a realidade por outros ângulos.