contos de sapos

 

contos e crônicas sobre amores e desencantos

sem eixo

A gente está juntos há uns dois anos, quase três. Ou estávamos juntos, para ser mais preciso. Na verdade, se a questão é ser exato, deve dar para contar nos dedos os dias em que estivemos juntos de fato. Quero dizer, com aqueles rótulos que as pessoas pregam nos...

tarde de domingo

Era domingo. Uma dessas ocasiões de faxina da casa em que resolvemos jogar as velharias palpáveis no lixo, só para ver se isso descarta o que elas despertam na memória. Não que houvesse muitas velharias, nem muitas memórias. Mas, nunca se sabe. Por via das dúvidas....

fora do gancho

Discou o número apressado, antes que desse tempo de se arrepender. Espantou a sombra da possível ressaca moral de amanhã. Juntar tanta coragem era um exercício que exigia sete doses seguidas de “o que você tiver de mais forte, por favor” em um boteco qualquer, numa...

amizade em preto e branco

Mas por que agora? – eu quis entender, perplexa. Você não sabia, apesar de, no fundo, nós dois concordarmos que era só uma forma de tentar me enlouquecer em definitivo, se escondendo atrás da proposta de resolver isso de uma vez por todas e ficar em paz. Vamos...

interrogação

Não sei bem qual é a dificuldade das pessoas com os pontos finais. Deve ser porque a gente, às vezes, quer tanto e com tanto empenho colocar um ponto final na história, que acabamos nos exaltando e colocamos um, dois, três deles em sequência. É, em geral, uma...

à toas no facebook

Pin It on Pinterest