cartas soltas

“Guardo pra te dar as cartas que eu não mando
Conto por contar. Eu deixo em algum canto”

- Leoni

quase música

Eu queria te escrever. Em uma carta, num poema ou em um bilhete de letras miúdas que eu colocaria meio sem querer no bolso do seu jeans surrado e, quando você descobrisse, alegaria, sem graça, que achei que você devia saber o que significa para mim. Para aliviar meu...

entre o fim e o começo

Não sei, as pessoas vivem perdendo amores da vida por aí. Quando as luzes se acendem num fim de tarde qualquer, em geral, a noite contabiliza mais corações partidos do que corações inteiros na imensidão desta cidade e acho que das outras também. Outro dia eu mesma...

à toas no facebook

Pin It on Pinterest