arquivo

tarde de domingo

Era domingo. Uma dessas ocasiões de faxina da casa em que resolvemos jogar as velharias palpáveis no lixo, só para ver se isso descarta o que elas despertam na memória. Não que houvesse muitas velharias, nem muitas memórias. Mas, nunca se sabe. Por via das dúvidas....

à margem do porto

A gente vai levando uma vida meio capenga. Aí, onde se passa a vida real. Aqui, a vida é plena. Plena de minúcias que nos fazem sentir mais vivos. As tardes são demaseado corriqueiras. Na parede do casario antigo da loja de verduras da esquina, uma placa: alface por €...

fora do gancho

Discou o número apressado, antes que desse tempo de se arrepender. Espantou a sombra da possível ressaca moral de amanhã. Juntar tanta coragem era um exercício que exigia sete doses seguidas de “o que você tiver de mais forte, por favor” em um boteco qualquer, numa...

amizade em preto e branco

Mas por que agora? – eu quis entender, perplexa. Você não sabia, apesar de, no fundo, nós dois concordarmos que era só uma forma de tentar me enlouquecer em definitivo, se escondendo atrás da proposta de resolver isso de uma vez por todas e ficar em paz. Vamos...

interrogação

Não sei bem qual é a dificuldade das pessoas com os pontos finais. Deve ser porque a gente, às vezes, quer tanto e com tanto empenho colocar um ponto final na história, que acabamos nos exaltando e colocamos um, dois, três deles em sequência. É, em geral, uma...

Rato.

Os dias de Paola são sempre iguais. Acorda às 5:30 – ou pelo menos programa o despertador para acordar às 5:30. Mas ela sempre acaba por abrir os olhos dois ou três minutos antes da hora. Então fica olhando para o relógio e esperando os ponteiros se mexerem até o...

à toas no facebook

Pin It on Pinterest